Romário, de novo, é processado por não pagar condomínio

O ex-jogador e atual deputado federal (PSB-RJ) Romário foi processado pela administradora do condomínio Barra Space Center por não pagar a taxa de condomínio de uma sala comercial na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. No total acumulado, a dívida chega a R$ 22.049.

De acordo com o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), o valor é referente ao período de março de 2006 a abril de 2010, quando a administradora entrou com o processo, que corre pela 2ª Vara Civil da Barra. Além do ex-jogador, são réus no processo o advogado José Maurício Lascasas Porto e a mulher dele, Anamaria Holanda e Porto Silva.

Em 2009, dívidas com o condomínio obrigaram Romário e a família a deixar a cobertura onde moravam, no residencial Golden Green, também na Barra da Tijuca. A cobertura do ex-jogador foi leiloada para o pagamento do valor e o atual deputado acabou perdendo o imóvel.