Professores do Estado começam a receber auxílio-transporte

O benefício será depositado na conta dos 72.169 servidores que atuam diretamente nas escolas

Os 72.169 professores e servidores da Secretaria de Estado de Educação que atuam diretamente nas unidades escolares da rede estadual de ensino passam a receber, a partir desta quarta-feira (02), um auxílio-transporte. O investimento da Seeduc neste benefício, em 2011, é de R$ 68 milhões. Trata-se de uma reivindicação antiga da classe.

O benefício, que será depositado na conta bancária de cada funcionário, foi calculado de acordo com a carga horária do servidor. A valorização dos professores é o ponto primordial do novo Programa de Educação do Estado, onde constam medidas que têm como objetivo elevar os índices nacionais da educação pública estadual nos próximos anos. Atualmente, cerca de 51 mil docentes estão dando aulas no Estado e serão beneficiados com o novo auxílio-transporte. 

O auxílio-transporte é um dos benefícios criados pela Seeduc para os professores. No fim do ano passado, cada professor lotado em uma unidade escolar recebeu um bônus de R$ 500. Em maio, a Secretaria pagará auxílio-qualificação também de R$ 500 aos docentes que estiverem nas salas de aula. 

Com a nova política de meritocracia, a categoria contará com a remuneração variável de acordo com o desempenho. No caso de superação das metas estipuladas e divulgadas, o grupo de funcionários da cada escola poderá receber até três vencimentos-base a mais. O total de investimentos com todos esses benefícios é de R$ 240 milhões. 

"O nosso objetivo é valorizar o professor e, consequentemente, o aluno. Queremos melhores condições de aprendizagem. Buscamos atrair o docente para a sala de aula, mostrando o quanto ele é importante para a melhoria na Educação", afirmou o secretário de Estado de Educação de Educação, Wilson Risolia.

 

Gestores Escolares 

A Seeduc começou a pagar, também neste mês de março, R$ 1.500 a mais por mês para cada um dos 226 gestores escolares que começaram a atuar nas escolas da rede estadual. Estes profissionais serão responsáveis por orientar e acompanhar a implantação do novo Programa de Educação do Estado. No período do recesso escolar, os gestores receberam treinamento, com o tema Gestão Integrada na Escola (GIDE), dividido em três dimensões: pedagógica, estratégica e para resultados com foco na melhoria do ensino. Todos esses 226 gestores são professores que passaram por um processo seletivo interno para assumir a função.