Ipem já verificou mais de 15 mil camisinhas

 Fiscais da Diretoria de Qualidade do Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Rio de Janeiro (Ipem/RJ) já estiveram em 56 estabelecimentos comerciais do Rio e Grande Rio e verificou 5.189 preservativos em 5.189 preservativos em mercados e drogarias. De acordo com o órgão nenhuma irregularidade foi constatada. 

A ação tem como objetivo verificar se os preservativos à venda apresentam condições de segurança para os consumidores aconteceu em bairros das Zonas Norte, Sul, Oeste, Centro da cidade. 

 De acordo com Soraya Santos, presidente do Ipem/RJ, a fiscalização batizada de “Carnaval com Camisinha”, não está restrita somente as farmácias, ela irá fiscalizar também a qualidade dos preservativos masculinos vendidos em hotéis, motéis e Sexshops.

"Nosso bloco já está na rua! É preciso que o consumidor, principalmente os mais jovens, fiquem atentos na hora da compra do preservativo e verifiquem se ele traz a marca do Inmetro na embalagem. Caso essa marca não esteja impressa, ele deve ligar para nossa ouvidoria através do 0800-282.3040, que encaminharemos uma equipe para apurar possível irregularidade", garantiu.

Os produtos fiscalizados pelas equipes, e que estejam fora das normas especificadas por lei, assim como os falsificados, serão apreendidos e os responsáveis notificados para que, no prazo de 10 dias, apresentem sua defesa, caso contrário, poderão sofrer multa de até R$ 10 mil.