Ministério Público ainda registra 355 desaparecimentos na Região Serrana

Cerca de 355 pessoas ainda estão desaparecidas depois das fortes chuvas que atingiram a Região Serrana fluminense na madrugada do dia 12 de janeiro. Segundo informações do Ministério Público do Rio, através do trabalho feito pelo Programa de Identificação de Vítimas (PIV), a cidade com maior número de desaparecidos continua sendo Teresópolis, com 191 desaparecidos. Em seguida, está Nova Friburgo (81); Petrópolis  (48) e Sumidouro (2). Outras 22 pessoas de localidades não informadas também estão sendo procuradas.

O PIV consolida diariamente os dados oriundos das comunicações de desaparecimentos decorrentes das chuvas nos municípios da Região Serrana. As informações registradas por parentes e amigos são checadas com os dados de hospitais, IML, abrigos, entre outros. Além disso, equipes de apoio vão a campo em busca de maiores dados que possibilitem as localizações.

A lista nominal pode ser consultada no site do MPRJ (www.mp.rj.gov.br). O PIV em Petrópolis está funcionando na Coordenação do Centro Regional, na Rua Marechal Deodoro 88, no Centro da cidade. O MPRJ também montou um posto de atendimento avançado na Sala do MP no Fórum do Distrito de Itaipava, na Estrada União Indústria s/nº, ao lado do Corpo de Bombeiros. Os postos funcionam de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h.

Em Teresópolis, o posto do PIV funciona na Praça Luís de Camões s/nº, Centro, e o de Friburgo, na Praça Demerval Barbosa s/nº, Centro.