Cedae inaugura obras de saneamento para lagoas da Barra

RIO - A Cedae inaugura nesta quinta-feira, às 9h e às 10h, respectivamente, na Estrada Engenheiro Souza Filho s/nº, Rio das Pedras, e no canteiro central da Avenida Via Parque, Barra da Tijuca, a Estação Elevatória de Esgotos Rio das Pedras e o sistema de esgotamento sanitário da Bacia do Entorno da Avenida Via Parque. As intervenções, que contribuem substancialmente para o desenvolvimento sustentável naquelas áreas da Zona Oeste, totalizaram investimentos da ordem de R$ 13 milhões.  O governador Sérgio Cabral participará da inauguração.

Com capacidade para bombear 135 litros de esgoto por segundo, a Estação Elevatória de Esgotos Rio das Pedras atende a uma população de 33 mil habitantes, impactando de forma positiva na qualidade de vida dos moradores daquela localidade, além de contribuir para a despoluição das águas do complexo lagunar de Jacarepaguá e Barra da Tijuca.  A obra foi realizada pelo Estado, com recursos de cerca de R$ 3 milhões.

- A Estação Rio das Pedras direciona o esgoto coletado na região para a Estação Elevatória Jardim Clarice, depois para a de Jacarepaguá, a seguir, para a Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) da Barra da Tijuca e, finalmente, para o Emissário Submarino da Barra – detalhou o presidente da Cedae, Wagner Victer.

A unidade tem sistema de gradeamento mecanizado e esteira rolante automática que conduzirá os resíduos sólidos retidos do esgoto para confinamento e destinação final adequada. Juntamente com a Estação foram instalados 3.150 metros de redes e troncos coletores, além de feitas todas as interligações com as redes coletoras de esgotos existentes, o que acaba com os vazamentos para o sistema de águas pluviais, dotando, dessa forma, as vias da comunidade de esgotamento sanitário.

Obra que prevê o crescimento da região, o sistema de esgotamento sanitário da Bacia do Entorno da Avenida Via Parque, na Barra da Tijuca, tem capacidade para atender uma população futura de 100 mil pessoas. Com investimento da ordem de R$ 10 milhões, o acordo pioneiro do governo do estado, através da Nova Cedae, com as empresas de engenharia RJZ/Cyrela e Carvalho Hosken, antecipa em cinco anos a captação de esgotos da Bacia da Avenida Via Parque e áreas periféricas.

A implantação do esgotamento sanitário evitará a geração de passivos ambientais, além de assegurar nível de sustentabilidade adequado às atuais e futuras construções da região.

O novo sistema, que contou com apoio da Câmara Comunitária da Barra, é composto por uma Estação Elevatória de Esgotos, batizada de Estação Elevatória Península, com capacidade para transferir 450 litros de esgotos por segundo para o Emissário Submarino, evitando, assim, a construção de Estações de Tratamento de Esgotos nos condomínios. Também foram instalados 980 metros de tubulação em polietileno de alta densidade nos diâmetros de 800 a mil milímetros e linha de recalque com 650 metros de extensão e 630 mm de diâmetro.