Reféns são libertadas na Zona Norte

Duas mulheres, uma de 45 e outra de 76 anos, que eram feitas reféns desde a manhã desta segunda-feira em uma casa na Favela do Muquiço, em Guadalupe (Zona Norte), foram libertas no ínicio da tarde. Segundo informações do tenente coronel Cláudio dos Santos, comandante do 9º BPM (Rocha Miranda), a casa em que o sequestrador estava com as vítimas foi cercada durante uma tentativa de negociação. O homem, no entanto, estava muito drogado, de posse de um fuzil e gritava que ia matar as duas mulheres. Ainda segundo informações do comandante, as vítimas não sofreram nenhum ferimento. O sequestrador, no entanto, foi atingido por uma metralhadora antiaérea .30, quando tentava fugir do lugar do sequestro. Ele foi encaminhado para o Hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes, também na Zona Norte. "Não acredito que tenha sobrevivido. O tiro foi no tórax", disse o tenente coronel Cláudio dos Santos. A polícia ainda não sabe o que pode ter provocado o crime.