Teresópolis divulga lista das primeiras vítimas identificadas

 

Rio - A  lista das primeiras 45 vítimas das chuvas em Teresópolis que foram identificadas foi liberada pela Defensoria Pública do município, na Região Serrana.

Os corpos foram liberados pelo Instituto Médico Legal para o sepultamento.

Veja a relação: 

 Ana Cristina Oliveira de Carvalho

Ângela Maria Ferrari da Silva 

Arthur de Souza Oliveira

Bruno Ricardo Lage Raimundo

Daniele de Paiva Amaral

Davi Viana de Barros

Dinalva de Paula Queiróz

Douglas Lima Rosa

Eliézia de Jesus Lima Rosa 

Erineu Cunha do Couto

Fábio Lazarino

Gabriel Gregório Passos

Ilma Felipe da Silva 

Isac Bravo

Isalina Gomes Castelane

Jeferson Zão Patrão

João Lucas Brandão Bravo

João Vitor Gomes da Silveira

Jorge de Moura Bretes

Larissa Lima Rosa

Lucas Diniz Mendes

Luiza Felipe Gomes da Silveira

Manoela Maria da Conceição Liotério

Maria de Lourdes Pereira Fontella

Maria do Carmo Ferreira

Maria de Fátima da Silva Pereira

Maria das Graças da Costa Schuaberar

Maria José da Silva

Mariana Gomes da Silva

Marilda Hiath da Silva

Marli Ribeiro

Marlon Viana Charles

Natalia Batista Ferreira 

Roberto da Silva Castelano

Ruan Varges Guarilha

Silvio Gomes da Silveira

Sophia Brandão Bravo

Soraya Popovitch

Suellem Aparecida Cunha de Souza

Thayná Hiath da Conceição

Tamara Machado Castelane

Zilda Pires do Amaral

Maria de Fátima da Silva Pereira

Maria das Graças da Costa Schuaberar

Força Nacional de Segurança ajudará governo do Rio em resgates na Região Serrana

Um efetivo de 250 homens da Força Nacional de Segurança Pública desembarca hoje (13) no Rio de Janeiro para ajudar nos resgates na região serrana do estado, que sofre com fortes chuvas desde a madrugada da última terça-feira (11).  O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, informou por telefone à Agência Brasil que o envio da Força atende a um pedido feito pelo governador do estado, Sérgio Cabral.

“O pedido foi feito e a orientação da presidenta Dilma Roussef é que o Ministério da Justiça apoie o governo do Rio de Janeiro e se solidarize com a população. Nós suspendemos, inclusive, a solenidade de formatura desse grupo, que estava marcada para hoje”, disse Cardozo.

Segundo o ministro, a Força Nacional de Segurança Pública ficará nos municípios de Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo o tempo que for necessário auxiliando nos trabalhos de resgate de corpos e possíveis sobreviventes. Os números sobem a cada hora e, segundo a Defesa Civil do estado, até as 12h de hoje, haviam sido encontrados 364 mortos, sendo 168 em Nova Friburgo, 161 em Teresópolis e 35 em Petrópolis.

No efetivo da Força Nacional, há bombeiros militares treinados para ações de resgate, policiais militares e peritos especializados na identificação de corpos. Junto com os homens, a Ministério da Justiça enviará ao Rio equipamentos de socorro e helicópteros. O grupo seguirá ainda hoje para a região serrana.

Com Agência Brasil