Zoo do Rio fecha depois de tiroteio entre policiais e traficantes da Mangueira

RIO - Uma intensa troca de tiros entre traficantes do Morro da Mangueira e policiais militares levou ao fechamento do Jardim Zoológico do Rio na manhã desta quarta-feira. Os criminosos teriam fugido para uma área de mata nos fundos do Zoo, após uma incursão do Batalhão de Operações Especiais na Mangueira. O traficante Polegar pode ser um dos envolvidos.

A ordem foi dada pelo diretor executivo, do Jardim Zoológico do Rio, Paulo Almeida, assim que ouviu os tiros próximos ao local. 

Durante as buscas aos traficantes, ocorreu um tiroteio que assustou os visitantes do parque. Muitos aguardavam a abertura das bilheterias e procuraram abrigo atrás de pilastras. 

Funcionários e visitantes foram orientados a voltar para casa. Os animais que ficam próximo a área de mata onde estariam os bandidos também foram recolhidos para não se exaltarem com o barulho dos tiros.

Não há informações sobre presos ou feridos até o momento.