Terminal da Central será reconstruído no início de 2011

O Terminal Rodoviário Cel. Américo Fontenelle (Central do Brasil) está entre os primeiros a serem totalmente reconstruídos, tão logo a Coderte passe sua administração à iniciativa privada, através do sistema de concessão onerosa, por meio de concorrência publica prevista para o início de 2011.

A informação foi divulgada nesta sexta feira (17/12) pela Companhia de Desenvolvimento Rodoviário e Terminais do Estado do Rio de Janeiro. Segundo a estatal, o Américo Fontenelle, que atualmente ocupa uma área de 18 mil metros quadrados, terá seu espaço dobrado, dando lugar a uma série de novas instalações, visando a oferecer maior comodidade e segurança aos usuários.

A rodoviária, que será climatizada, contará com equipamentos para garantir a total acessibilidade de portadores de deficiência física a qualquer ponto do prédio. Além disso, o novo Terminal Rodoviário Américo Fontenelle ganhará um shopping center, área de estacionamento para 209 vagas, posto policial e circuito interno de TV, onde cerca de 30 câmeras vão monitorar todas as dependências do terminal, durante 24 horas.

O terminal contará, ainda, com área administrativa, área de bilheterias, seis plataformas para o embarque e desembarque de passageiros, jardins e sanitários, tudo nos moldes da nova Rodoviária Novo Rio, cujas obras de revitalização, fiscalizadas pela Coderte, a colocaram em patamar superior a muitos aeroportos em operação no país.