Operação Papai Noel do Detro manda 10 veículos piratas para depósito público

RIO - Nesta sexta-feira (17/12), foram 10 os veículos piratas flagrados no transporte irregular de passageiros pela operação Papai Noel do Departamento de Transportes Rodoviários (Detro), durante blitz volante realizada na Região Metropolitana do Rio. A maior parte dos veículos apreendidos – sete dos 10 – estava caracterizada com as cores das kombis do transporte complementar municipal do Rio, porém, sem a devida autorização da Prefeitura para circular.

As equipes de fiscais do Detro circularam por vários bairros da capital e por municípios da Baixada Fluminense, com a apreensão de quatro veículos irregulares em Nova Iguaçu, três na Avenida Brasil, dois no Leblon e um na Barra da Tijuca. Todos os carros apreendidos foram levados para o depósito público. O valor da multa para o transporte irregular de passageiros é de R$ 2.018,30, além do pagamento da diária no depósito público.

– A multa é alta para este tipo de ação, pois o transporte não autorizado é risco para a população, já que os veículos piratas circulam sem vistoria e, na maior parte das vezes, sem as condições mínimas de segurança, trafegando com pneus carecas, motoristas desqualificados, problemas mecânicos, entre outros. Não podemos compactuar com esta prática porque é a vida do cidadão que está em jogo – afirma Rogério Onofre, presidente do Detro.

A operação Papai Noel foi deflagrada pelo Detro para coibir a prática do transporte irregular, especialmente nesta época próxima ao Natal, quando o movimento de passageiros tende a aumentar, principalmente nas regiões próximas ou de acesso a centros comerciais. As blitzen visam evitar que, diante do aumento da demanda, cresça o número de veículos não autorizados atuando neste setor.