Polícia do Rio apreende 320 litros de gasolina na Vila Cruzeiro

RIO - A Polícia Militar do Rio de Janeiro apreendeu 320 litros de gasolina na Vila Cruzeiro, na Penha, Zona Norte da cidade. Os policias do Batalhão de Choque chegaram até o combustível, que estava estocado em 160 garrafas PET em uma casa abandonada na comunidade, depois de receberem denúncias anônimas dos moradores no fim de semana.

De acordo com o relações públicas da PM, coronel Henrique Lima Castro, o combustível seria usado para abastecer motocicletas dos traficantes e também para incendiar carros e ônibus pela cidade. Lima Castro ressaltou a importância da participação da população para que essas apreensões ocorram.

”Vários tipos de denúncias têm chegado, por meio do Disque-Denúncia e também quando os policiais estão patrulhando. As pessoas chamam em um canto, fazem um sinal, passam um bilhete. A população tem ajudado muito dando informações preciosas a respeito dos locais em que os marginais esconderam drogas, armas e esse tipo de material”, explicou.

Na madrugada de ontem, um soldado foi baleado no Rio por dois bandidos que tentaram invadir o 26º Batalhão Paraquedista na Vila Militar, em Deodoro, Zona Oeste da cidade. O militar David Soares de Almeida, de 19 anos, percebeu a ação e reagiu. Houve troca de tiros e o militar acabou atingido sem gravidade. Os criminosos fugiram.

Segundo o chefe de comunicação do Comando Militar do Leste, coronel Ênio Zanan, os bandidos tinham a intenção de roubar fuzis do batalhão. Ele enfatizou que o Exército está em alerta e preparado para enfrentar qualquer tipo de ameaça. “Qualquer tentativa será rechaçada. Nossa tropa vai reagir, estamos em alerta em todas as nossas unidades. A população carioca pode ficar tranquila que o Exército Brasileiro estará sempre preparado para repelir as ameaças sobre as nossas unidades e armamentos.”

O soldado baleado foi encaminhado para o Hospital Central do Exército e passa bem. O militar deve receber alta ainda hoje.