Crianças do Alemão criam frases para decorar teleférico

RIO - Alegria e esperança. Esses eram os sentimentos predominantes na festividade promovida pelo Escritório de Gerenciamento de Projetos, da Secretaria de Estado da Casa Civil, realizada neste sábado, no complexo do Alemão. Crianças das 13 escolas da região participaram de um concurso para escolha de frases que expressem as mudanças ocorridas na comunidade após o início dos trabalhos urbanísticos e sociais desenvolvidos pelo PAC Social, projeto coordenado pelo Governo do Estado. As 152 melhores ideias irão decorar as cabines do teleférico que está sendo construído na área.

Um dos objetivos do concurso é que a população conheça e cuide do teleférico, um bem público que pertence à comunidade, que deve ser preservado para que seja utilizado por todos. Quando for inaugurado, em março de 2011, vai beneficiar cerca de 30 mil pessoas diariamente.

- O trabalho de conscientização é um dos mais importantes em todo o processo, pois fará com que cada morador seja responsável pela conservação do equipamento - afirma Marcella Ribeiro, analista de projetos do PAC Social no Rio. A cada seis meses, as frases serão substituídas por novas, de acordo com percepção das crianças em relação às obras realizadas.

Clovis Bevilaqua, de 11 anos, estudante da 4ª série, participou do evento e destacou, na frase que escreveu, a importância do teleférico para os deficientes físicos. O garoto, que quer ser bombeiro, diz que se preocupa com a dificuldade de locomoção de pessoas portadoras de necessidades especiais.

Segundo Marcella Ribeiro, o trabalho social realizado na comunidade é diário e é um importante termômetro para que o Estado exerça melhor o seu trabalho e beneficie de maneira mais eficiente os moradores da região.

A agente ambiental Catia Cilene, de 33 anos, que nasceu e vive até hoje no complexo do Alemão, levou os filhos e sobrinhos ao evento. Ela está entusiasmada com as mudanças por que passa a comunidade e espera que outros projetos possam ser implantados na área.

Além do concurso, os moradores do Alemão participaram de oficinas de pintura e atividades de recreação.