Polícia Federal prende 30 por fraude de R$ 7 mi mensais à Previdência,l no Rio

Policiais federais prenderam nesta terça-feira 30 pessoas suspeitas de provocar um prejuízo de R$ 7 milhões mensais à Previdência. As investigações da operação Teníase, responsável por apurar cerca de mil benefícios da Previdência Social no Rio de Janeiro, foram iniciadas há dois anos.

Os 281 policiais que participaram da ação cumpriram 81 mandados de busca e apreensão e apreenderam R$ 40 mil na casa de um dos suspeitos. Segundo o Ministério Público Federal, o grupo agia na cidade do Rio de Janeiro e nos municípios de Itaboraí, na região metropolitana, e em Teresópolis, região serrana.

De acordo com o procurador da República Carlos Alberto Aguiar, as quadrilhas atuavam principalmente concedendo benefícios irregulares, ou seja, liberavam benefícios sem a pessoa ter feito qualquer contribuição para a Previdência.

Além dos 30 presos, o Ministério Público denunciou outras 15 pessoas. Caso a Justiça aceite a denúncia, os envolvidos na fraude serão processadas pelos crimes de formação de quadrilha, corrupção ativa e passiva e estelionato.