Professora do Rio diz querer relação séria com aluna de 13 anos

 

 

A professora presa na madrugada, em Realengo, zona oeste do Rio, suspeita de abusar sexualmente de uma aluna de 13 anos, confessou em depoimento à polícia que mantém um relacionamento com a menina. A mulher de 33 anos disse aos agentes que quer uma relação séria com a aluna, porque "gosta muito" dela.

Segundo a 33ª Delegacia de Polícia, a professora de matemática, que é casada e não tem filhos, foi presa por volta das 4h da manhã na casa de sua mãe. Ela e a aluna estavam desaparecidas desde segunda-feira. A mãe da menina foi à delegacia no final da tarde terça-feira para relatar o sumiço e os agentes encontraram outra ocorrência registrada por ela em agosto, onde detalhou que desconfiava da professora. A menina também foi localizada na madrugada, perambulando por uma rua da cidade.

Os agentes investigam se outra menina, também de 13 anos, teria sido vítima da professora, que afirmou no depoimento que levou a um motel uma colega da adolescente, também de 13 anos. A educadora já havia sido transferida para outro colégio depois que a direção da Escola Municipal Rondon recebeu denúncias da sua suposta relação com a aluna.

A polícia também afirmou que a suspeita de pedofilia foi autuada, por volta das 15h40 desta quarta-feira, nos crimes de estupro de vulnerável e corrupção de menores, podendo pegar de 15 a 30 anos de prisão. A menina vai realizar exames de corpo delito.