Operação do Detro, tira mais 27 ônibus de circulação

RIO - O Departamento de Transportes Rodoviários (Detro) retomou, na manhã desta terça-feira (26/10), a operação “Legal tem que ser Legal”, com fiscalização nos terminais Menezes Cortes, Praça XV e Américo Fontenelle (Central), no Rio, além do Terminal de Alcântara, em São Gonçalo, todos na Região Metropolitana do estado. Como resultado da operação, 27 ônibus sem condições de tráfego foram tirados de circulação e 40 infrações foram aplicadas. O maior número de ocorrências foi registrado em Alcântara e a empresa Fagundes foi a que teve mais veículos recolhidos, num total de 10 ônibus. A operação foi itinerante, com cinco equipes do Detro atuando ao mesmo tempo em um terminal por vez, começando às 6h, no Menezes Cortes. Nos terminais do Rio, foram recolhidos três ônibus da Caravelle, cinco da Tinguá, dois da Transmil, um da União e outro da Flores. Da Capital, os fiscais seguiram para Alcântara, onde foram tirados de circulação 10 veículos da Fagundes, dois da Rio Ita e três da Mauá. A maior parte das infrações foi relativa à alteração de características, quando o banco original do trocador é substituído por outro de dois assentos. Os fiscais também flagraram veículos em mau estado de conservação e com documentação irregular. Foram aplicadas nos terminais fiscalizados 40 infrações, que resultam em multas cujos valores variam entre R$ 900,00 e R$ 2.100,00. A operação “Legal tem que ser Legal” é voltada para a fiscalização dos veículos que compõem a frota intermunicipal regular, hoje, um total de 8303 ônibus de 105 empresas. Nessas ações são checadas as condições de tráfego, além da documentação, registros e autorizações para atuação no transporte intermunicipal de passageiros.