Estado terá banco de preços para facilitar as compras públicas

     RIO - O Estado do Rio de Janeiro passará a contar, a partir desta quinta-feira, com o sistema Banco de Preços, cuja principal função será ajudar os gestores dos órgãos do governo estadual a estabelecerem os preços das licitações dos mais diversos bens e serviços. O lançamento do sistema será feito durante o evento “Fortalecimento da Gestão Pública”, no Hotel Windsor Guanabara, na Avenida Presidente Vargas 392, Centro, a partir das 8h30.

A Secretaria de Planejamento e Gestão adquiriu licenças de uso do sistema Banco de Preços do Grupo Negócios Públicos, e as oferecerá aos 46 órgãos do Estado que atualmente usam o Sistema Integrado de Gestão de Aquisições (Siga).

O sistema Banco de Preços tem informações dos portais de compras do Governo Federal, do Governo de São Paulo e do Banco do Brasil e permitirá aos gestores do Estado do Rio de Janeiro consultar como foi feita cada compra, o termo de referência, o edital e o preço obtido. O sistema é operado via web e, para acessá-lo, o gestor precisa ter apenas login e senha.

Durante o evento, a Secretaria de Planejamento está convidando cinco servidores de cada órgão, entre presidentes de comissões de licitações, pregoeiros e responsáveis pelos setores de suprimentos.

O evento será aberto pelo secretário de Planejamento e Gestão, Sérgio Ruy Barbosa, que fará uma palestra às 9h30; seguido de uma explanação sobre o sistema do presidente do Grupo Negócios Públicos, Rudimar Reis; e de uma palestra sobre o Siga, do subsecretário de Recursos Logísticos da Secretaria de Planejamento, Fábio Nunes. Encerrando o evento, o ministro Benjamin Zymler, do Tribunal de Contas da União, falará sobre “O autocontrole das licitações e contratos”.