Encontro internacional inicia a preparação para o Rio+20

A secretária do Ambiente, Marilene Ramos, participou nesta quinta-feira (7/10), ao lado do prefeito do Rio, Eduardo Paes, e do subsecretário-geral da ONU, Carlos Lopes, da abertura do I Encontro Internacional para o Fórum Global pela Sustentabilidade, que está sendo realizado no Palácio da Cidade, em Botafogo, até esta sexta-feira.

A iniciativa, pioneira no mundo, foi incluída na agenda anual de eventos da cidade e tem por objetivo propor estratégias de desenvolvimento sustentável que serão apresentadas durante o Fórum Global pela Sustentabilidade, em maio de 2011 e no ano seguinte, antecipando a Conferência Internacional das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável - Rio+20.

Para Marilene Ramos, entre os principais desafios que serão enfrentados está a necessidade de o fórum acontecer no próximo ano e conseguir de fato influenciar o Rio+20, em 2012. De acordo com a secretária, o mundo vive uma contradição enorme, uma vez que, além de se ter que dar conta dos compromissos ambiental e social, convive-se com um crescimento desigual, com pessoas vivendo em condições insalubres e sem moradia.

- Acredito que se há um país onde o desenvolvimento pode ser sustentável esse país é o Brasil e, em escala menor, a cidade do Rio de Janeiro. Nosso desafio é realmente muito grande e espero que aqui a gente consiga encontrar ideias e propostas para vencer essas contradições e trilhar um caminho para um futuro melhor - disse.

O prefeito Eduardo Paes, por sua vez, garantiu o apoio da Prefeitura do Rio para a realização do fórum, conforme disse, pela importância do debate que permite a participação da sociedade nas decisões e não representa apenas os governos decidindo por todos, mas todos os segmentos sociais propondo estratégias para o Rio+20.

- O fórum será decisivo para esse tema no mundo. O que está se colocando aqui é que essa cidade entende que tem uma marca voltada para a questão ambiental, muito em razão da Rio-92 e por suas características naturais. Não por acaso, nos últimos tempos conquistamos um conjunto de eventos internacionais que são os principais do mundo. Portanto, posso afirmar que a Prefeitura dará todo o apoio, respaldo e suporte para que esse Fórum de Sustentabilidade possa se realizar anualmente na cidade – garantiu Paes.

Para o subsecretário-geral da ONU, Carlos Lopes, os debates durante o encontro serão fundamentais para o sucesso do fórum, uma vez que devem propor e estabelecer metas para o desenvolvimento sustentável e para o engajamento das governanças.

- Que seja um evento que de fato cobre as tomadas de decisões e que seja sustentável também na sua estrutura e duradouro no tempo, acontecendo por muitos anos – defendeu.

O Encontro Internacional é organizado por 13 organismos da sociedade civil, com apoio da Prefeitura do Rio e do Governo do Estado do Rio de Janeiro, que são: Amigos da Terra – Amazônia Brasileira; Associação Comercial do Rio de Janeiro; Centro de Estudos em Sustentabilidade – EAESP-FGV; Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS); Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social, Instituto Pereira Passos; Fundação Avina; Fundação Tide Setúbal; Fundação Roberto Marinho; GAO/ISO26000 - Grupo de Articulação das ONGs Brasileiras na ISO26000; Greenpeace Brasil; Rio Como Vamos; Vitae Civilis Instituto para o Desenvolvimento, Meio Ambiente e Paz.