Cabral decide mudar comando de batalhões após arrastões no Rio

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, decidiu, nesta quarta-feira, mudar o comando de alguns batalhões da Polícia Militar após a onda de arrastões na capital fluminense. A decisão, tomada em reunião com o comando da corporação, deve ser anunciada na quinta-feira.

Na noite de hoje quarta, quatro bandidos armados fizeram um arrastão em uma rua que liga os bairros de Laranjeiras e Botafogo, na zona sul do Rio. Os criminosos abordaram cinco motoristas de carros e um motociclista, mas fugiram com dois dos automóveis parados no arrastão, uma picape Montana, um Meriva e o Honda Fit, que usaram para executar a ação criminosa.

Esse foi o segundo arrastão ocorrido em Laranjeiras em menos de uma semana. Na manhã de segunda-feira, bandidos armados de pistolas assaltaram três pessoas na rua Presidente Carlos de Campos, a cerca de 500 m do Palácio Guanabara. Eles usaram um Honda Fit prata no crime, e uma vítima acabou agredida. Em pouco mais de um mês, esse foi o terceiro ataque semelhante no mesmo trecho da rua. Ao todo, 10 pessoas viraram alvo de ladrões.

Em 30 de agosto, às 20h, três moradores da rua foram roubados da mesma forma e no mesmo local. Outra ação ocorreu sábado, quando, por volta de 19h30, mais quatro pessoas foram atacadas. Em todas, as chaves dos veículos das vítimas foram levadas. Os criminosos são descritos como jovens e bem vestidos.

Com informações do O Dia.