Sérgio Cabral promete três novas UPPs no Rio este ano

 

Em coletiva de imprensa para falar sobre a sua reeleição para o governo do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, disse que ainda neste ano três novas comunidades vão ser ocupadas por UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora): Morro do Macaco, em Vila Isabel, Morro da Mangueira e Morro do São Carlos, no Estácio. Para os próximos quatro anos, prometeu instalar as unidades no Complexo do Alemão, na Rocinha, Manguinhos e Maré. "A paz é a principal das conquistas. Podem aguardar. Infelizmente o tráfico de drogas é uma chagas internacional, mas não vamos permitir que o tráfico continue dominando essas regiões".

Ele agradeceu a população do Rio pela reeleição e pela votação a Lindberga Farias (PT) para o Senado, que foi apoiado. Também citou a votação expressiva ao candidato Jorge Picciani, que embora não tenha ganhado, conseguiu boa votação, segundo ele. ¿Gostaria de agradecer a população do nosso Estado. Pezão (vice-governador) e eu estamos muito comovidos. É o reconhecimento do nosso comprosmisso com o Estado do Rio de Janeiro. Um caminho de paz e de nova postura de governar. Atualmente somos líderes em recursos federais. Nenhum destino no mundo tem um calendário igual ao nosso nos próxioms seisanos. Esse resultado só nos dá mais força para continuarmos o trabalho. A população entendeu onde podemos chegar, que é libertar as regiões dominadas pelo tráfico. Além disso, nosso desafio é fazer todas a regiões do Estado se desenvolverem".

Cabral agradeceu ainda ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela " extraordinária parceira nesses últimos quatro anos, recuperando a força do Estado", disse.

Sobre o segundo turno nas eleições presidenciais, o governador afirmou que "a população do Estado é grata ao Lula e à Dilma, e que essa demonstração de carinho será revelada no segundo turno". Ele também destacou a união entre Governo do Estado, a prefeitura da capital e a Presidência da República. "O Rio vive um novo ambiente. A população percebeu que não há mais brigas entre Governo do Estado, Prefeitura e a Presidência da República. O Rio passou a dar atenção aos seus problemas. Havia luz no fim do túnel", declarou fazendo o "V" de vitória, acompanhado de uma multidão de correligionários, prefeitos de municípios fluminenses e do prefeito da capital, Eduardo Paes.

Ele também comentou que vai à Brasília esta semana abraçar o presidente Lula e agradecer pela parceria, fazer planos para os próximos quatro anos de Governo, além de conversar sobre o apoio à candidata Dilma Rousseff para o segundo turno.