Mulher passa cinco horas algemada em voo da Continental Airlines do Texas ao Rio

Policiais federais americanos teriam agredido uma brasileira durante um voo da Continental Airlines, nesta sexta-feira, de acordo com a Delegacia Especial da Polícia Federal no Aeroporto Tom Jobim, no Rio.

A brasileira teria ficado cerca de cinco horas algemada dentro do avião. Segundo testemunhas, a mulher, bastante irritada, teria discutido com um tripulante e acabou dominada pelos agentes americanos, que faziam a segurança do voo. Casada com um juiz federal do Rio, ela acusou os policiais de agressão, registrou queixa  e foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML) para exame de corpo delito.

As testemunhas afirmaram ainda que a mulher só teria sido solta das algemas quando chegou ao Rio e foi apresentada aos federais do estado. O avião decolou de Houston, no Texas (EUA), às 21h15 de quinta-feira, pousando no Rio por volta das 9h30. Os policiais norte-americanos foram apresentados aos federais do Rio.