Ladrão baleado por comparsa é preso no Centro

RIO - Wesley Paulino Camilo Dias, 30 anos, foi preso na noite de quarta-feira (22) por participar de assalto a um ônibus da linha 410 (Praça Saens Peña - Gávea). Ele foi preso por policiais do 13º BPM (Praça Tirandentes) depois de ter sido baleado na virilha, perto da veia femural. Testemunhas afirmam que o disparo foi feito por um dos comparsas do assaltante.

De acordo com a polícia, por volta das 22h, Wesley e mais três pessoas - dois homens e uma mulher - entraram no ônibus na Praia do Flamengo e levaram pertences dos passageiros e o dinheiro do caixa do trocador do ônibus. Segundo relato das vítimas, ele foi baleado logo que desceu do coletivo. Os passageiros não souberam explicar se houve desentendimento entre os assaltantes ou se o disparo foi acidental.

Ferido, Wesley fugiu do local e foi abordado por policiais que faziam patrulhamento na Rua Santa Luzia, no Centro. Aos policiais ele contou que foi vítima de uma assalto, mas os PMs desconfiaram. Ao checar a informação descobriram que vítimas do verdadeiro assalto estavam na 9ª DP (Catete) e verificaram a descrição do assaltante ferido que era compatível com o bandido. Ele foi levado para a 5ª DP (Mem de Sá) e foi reconhecido pelos passageiros.

Ele está internado no Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro.