Festival do Rio: importância cultural e econômica

Desta quinta-feira a 7 de outubro, o Festival do Rio, evento que acontece desde 1999, invade as telas dos cinemas da cidade com uma grande programação de filmes nacionais e internacionais, mais de 300 produções, em 40 locais de exibição. O feito só foi possível por contar com o trabalho de centenas de profissionais empenhados em fazer do Rio uma referência em cinema, pelo menos durante dois meses na cidade carioca. Para que tudo corresse da maneira que deveria, sem equívocos e atropelos, coube a cerca de 600 pessoas – número de empregos diretos gerados com a mega produção – incluindo cerca de cem estagiários e 200 voluntários, a tarefa de realizar a exibição de longas e curtas-metragens.

 

Com orçamento de R$ 7,3 milhões, o Festival do Rio tem, nesta edição, como maior patrocinador a RioFilme, com investimento de R$ 2 milhões. Outros patrocinadores são a Petrobras, a Oi, sendo copatrocinadores a Ambev e o BNDES. A mostra de cinema recebe anualmente cerca de 300 convidados estrangeiros, entre diretores, produtores, atores e profissionais convidados pela Rio Market , o seminário criado para discutir o desenvolvimento do mercado de cinema.

 

Os convidados circulam e injetam dinheiro na cidade ao se hospedar nos hotéis, circular pelo Rio de Janeiro e frequentar o pavilhão do Festival do Rio, localizado no Centro Cultural Ação da Cidadania, no bairro da Saúde. Além da realização do seminário Rio Market, haverá ainda debates sobre os filmes exibidos e em competição na Première Brasil.

 

A Rio Filme promete divulgar no evento nove editais, num total de R$ 7milhões, sendo um deles para desenvolvimento de projetos de longas e outro para séries de TV; e a Rio Filme Comission vai anunciar um edital no valor de R$ 2 milhões para produções estrangeiras.

 

A dimensão do festival pode ser confirmada no site https://www.festivaldorio.com.br/site2010. Lá, os interessados poderão ter mais detalhes sobre as 18 mostras, entre elas uma sobre Meio Ambiente, e outra sobre o universo homossexual.

 

O Festival do Rio, segundo o endereço eletrônico, é “o maior evento audiovisual da América Latina, evidenciando a importância cultural e econômica do setor: estimulando a indústria, promovendo a cidade e oferecendo à população acesso ao melhor da produção cinematográfica mundial”.