PMs que mataram colega por engano são afastados no Rio

Portal Terra

RIO - Dois policiais militares que atiraram e mataram um colega na tarde de terça-feira (14) em Cabo Frio, no Rio de Janeiro, foram afastados das ruas, de acordo com informações da corporação. Os PMs, do 25ª BPM, trabalharão em serviços administrativos até a conclusão da investigação.

O soldado Márcio Henrique de Freitas Teixeira, 22 anos, estava à paisana e havia atirado em uma mulher suspeita de roubos. Após serem chamados por moradores, os PMs confundiram o soldado e trocaram tiros com Teixeira, que morreu no local. Segundo a polícia, ele era lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Pavão-Pavãozinho, em Copacabana.

Conforme a PM, somente depois da conclusão do "procedimento apuratório" é que será definido se a dupla vai responder na Justiça Militar.