PF realiza operação contra importação fraudulenta no Rio

JB Online

RIO - A Polícia Federal do Rio de Janeiro deflagrou nesta quarta-feira a Operação Poseidon que, após um ano de investigação, resultou na identificação de um consórcio criminoso que agia nos portos do estado do Rio de Janeiro e estaria envolvido em diversos crimes na Zona Portuária, como a importação fraudulenta de mercadorias.

Os investigados, entre eles empresários, despachantes aduaneiros e servidores públicos estão sendo acusados de terem dado um prejuízo de dezenas de milhões de reais aos cofres públicos em sonegação de impostos e serem responsáveis pelo contrabando de centenas de toneladas de mercadorias falsificadas oriundas da China que abasteceriam a máfia chinesa de São Paulo.

Estão sendo cumpridos oito mandados de prisão, entre eles contra três auditores da Receita Federal, um guarda portuário, dois empresários e dois despachantes aduaneiros, e 24 mandados de busca e apreensão.

A investigação foi realizada pela Superintendência Regional de Policia Federal no estado do Rio de Janeiro e conduzida pela Delegacia de Combate a Crimes Fazendários (DELEFAZ) e pela Delegacia Especial de Polícia Marítima (DEPOM) com o apoio da Receita Federal.