Fiscais do Crea-RJ dizem que houve falha mecânica em barca que bateu

JB Online

RIO DE JANEIRO - Fiscais do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Rio de Janeiro (Crea-RJ) fizeram na manhã de hoje uma vistoria no catamarã social Ingá II, que se chocou contra as pedras perto da estação Araribóia, em Niterói. De acordo com os fiscais, a suspeita é de que tenha ocorrido uma falha mecânica ou elétrica. A embarcação estava com uma profunda avaria no casco devido à batida.

Após a vistoria, realizada no estaleiro da concessionária na Ilha da Conceição, os fiscais se reuniram com representantes da Barcas S/A.

Aparentemente, não encontramos nenhuma irregularidade. Demos um prazo de dez dias para a empresa encaminhar um relatório final da perícia e os documentos onde constam informações sobre a manutenção. A partir disso avaliaremos se está havendo negligência por parte da empresa , disse o supervisor de fiscalização do Crea-RJ, Kennedy Araújo.

(Informações da Assessoria de Imprensa)