Empresas retiram publicidade irregular em prédios após Choque de Ordem

JB Online

RIO - Próximos alvos da fiscalização, serão os anunciantes e as estruturas onde as propagandas são fixadas.

Uma vistoria feita pela Seop na manhã desta quinta-feira, 26 de agosto, constatou que cinco empenas com publicidade irregular foram retiradas pelas próprias empresas responsáveis pela exibição dos anúncios nas laterais de prédios em Copacabana e Ipanema, na Zona Sul. Segundo Alex Costa, a partir de agora, o Choque de Ordem também terá como alvo as estruturas onde são fixados as propagandas e anunciante pela exibição ilegal da sua marca.

- Constatamos hoje os resultados positivos das ações da Seop contra a publicidade irregular. A cidade está ficando livre destas aberrações visuais, que além de comprometerem a beleza do Rio, estão em desacordo com a legislação vigente - afirmou Alex Costa, Secretário de Ordem Pública.

A Seop havia notificado as cinco publicidades no início desta semana. Os anúncios estavam localizados na Av. Prado Júnior, 160, esquina com Princesa Isabel; Av. Nossa Senhora de Copacabana, 44; e Rua Visconde de Pirajá números, 499, 393 e 177.

Os dois anúncios em Copacabana estavam ilegais, pois não tinham autorização da Prefeitura. As três propagandas em Ipanema não são sequer legalizáveis, já que estavam fixadas em Área de Proteção cultural (APAC).

Nas duas últimas semanas, operações Choque de Ordem contra a publicidade irregular, contou com dois homens-aranha utilizando técnicas de rapel e cedidos pela Defesa Civil erguer as lonas de até 40 metros sob peças publicitárias instaladas nas paredes de prédios na Tijuca, Gávea, Ipanema e Copacabana.