Detonações na rocha para abertura da Linha 4 do metrô começam amanhã

JB Online

RIO - A Secretaria Estadual de Transportes e o Consórcio Rio Barra darão início, nesta quarta-feira, às 11h, à série de detonações na Pedra do Focinho do Cavalo, que integra o Maciço da Tijuca. O procedimento faz parte das obras de construção da Linha 4 do metrô, que vai ligar a Barra da Tijuca a Ipanema. Esta primeira etapa do trabalho resultará na abertura do túnel de serviço para a construção da galeria principal, por onde vão circular os carros do metrô.

Para garantir a segurança total durante as detonações e a integridade dos imóveis no entorno, todas as normas e processos de segurança foram rigorosamente tomados. Antes de cada explosão, será emitido um alerta sonoro com três toques de sirene, e um quarto toque sinalizará o termino da operação, que acontecerá até duas vezes por dia, entre 8h e 18h.

Para diminuir os transtornos no trânsito, na hora das explosões o tráfego de veículos e de pedestres ficará interrompido, por dois minutos, na altura do número 750 da Estrada da Barra, em frente às duas pontes sobre o Canal da Barra. A Secretaria de Transportes instalou placas com informações sobre os procedimentos e agentes de trânsito estarão no local para orientar motoristas e moradores.

As primeiras detonações consumirão cerca de 25 quilos de explosivos cada, aumentando gradativamente conforme avançarem os trabalhos. O túnel de serviço terá 300 metros de comprimento por 8 m de altura e 8 m de largura. Os trabalhos serão acompanhados por técnicos especializados e monitorados por aparelhos sismográficos, que vão medir as vibrações provocadas pelas explosões no maciço.

Quem passa pelo local já pode observar o tratamento que foi feito em cerca de 700 m² de encosta, que recebeu 300 chumbadores metálicos (barras de aço, fincadas na rocha) para garantir a estabilidade do maciço.