Seminário debate gerenciamento de áreas contaminadas

JB Online

RIO - A secretária estadual do Ambiente, Marilene Ramos, e o presidente do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), Luiz Firmino Martins Pereira, abrem, nesta segunda-feira, às 9h, no Auditório 11 da Uerj, o Seminário sobre Gerenciamento de Áreas Contaminadas.

O encontro vai reunir os diversos agentes que atuam no gerenciamento em âmbito federal, estadual e municipal para debater temas técnicos relacionados com a contaminação do solo e da água e suas consequências para o meio ambiente.

O evento faz parte do trabalho desenvolvido pelo Inea para o gerenciamento de áreas contaminadas, visando a solucionar os problemas gerados pela ausência de uma política ambiental adequada, durante o processo de industrialização do estado e pela ocupação desordenada do território urbano e rural. Como ferramenta essencial para esse gerenciamento, o Inea está estruturando o Cadastro de Áreas Contaminadas para ter a real dimensão das áreas contaminadas em todo o estado.

A programação do seminário inclui a discussão da Resolução Conama 420/09, além de temas como novas tendências para remediações sustentáveis, avaliação de risco à saúde humana, contaminação de solo e água subterrânea em postos de combustíveis e todos os aspectos envolvidos na revitalização de brownfields (terrenos abandonados ou subutilizados cujo aproveitamento é prejudicado pela existência de substâncias perigosas, poluentes ou contaminantes). As palestras serão ministradas por representantes de órgãos federais, estaduais e municipais de meio ambiente, além de empresas especializadas.

O seminário é voltado a profissionais de nível superior e técnico que atuam na área de gerenciamento e diagnóstico de áreas contaminadas, além de representantes do setor imobiliário e industrial, empresas de consultoria que prestam serviço na área ambiental, laboratórios de análises químicas de solo e água subterrânea, secretarias estaduais e municipais de saúde e meio ambiente, instituições de governo, associações e federações industriais.