Rio: Cabral passa por artroscopia após lesão no joelho

Portal Terra

RIO - O governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), passou por uma artroscopia, nesta segunda-feira, no Hospital Copa D'Or, zonal sul da cidade do Rio de Janeiro, segundo informou a assessoria do local. Ele rompeu o menisco direito durante a tarde, ao descer da van que o levava ao Palácio Laranjeiras, após almoço com o cônsul-geral de Portugal no Rio, Antônio de Almeida Lima.

Ainda não foi divulgado o boletim médico com maiores detalhes sobre o estado de saúde do político. Antes da realização do procedimento, a previsão de alta era de dois dias. Segundo seu ortopedista, Luiz Antonio Vieira, Cabral deve andar com o auxílio de muletas "de três a quatro semanas".

De acordo com o médico, duas partes do menisco (cartilagem na articulação do joelho) se romperam. Uma delas ficou entre o fêmur e a tíbia, o que impediu Cabral de esticar a perna. Ele recebeu os primeiros socorros da equipe médica do Palácio Guanabara, sob orientação do secretário de Saúde, Sérgio Cortes, que também é ortopedista, foi imobilizado com um velcro, e, em seguida, levado para o Copa D'Or.

Na artroscopia, seria retirada a parte do menisco que ficou presa entre a tíbia e o fêmur. "Em uma idade mais jovem, especialmente entre atletas, é mais comum se tentar a regeneração do menisco", disse Luiz Antonio Vieira, explicando que, no caso de Cabral, com 50 anos, "é melhor a retirada".

Ex-jogador amador de futebol de areia, Sérgio Cabral já sofria de artorse, que até então era tratada com fisioterapia. Seu médico afirmou que a artrose e a degeneração da cartilagem com a idade contribuem para seu rompimento.