Recompensa por pistas de assassino de Tim Lopes sobe a R$ 10 mil

Portal Terra

RIO - O Disque-Denúncia do Rio de Janeiro aumentou para R$ 10 mil a recompensa para quem fornecer informações que possam ajudar a polícia a localizar e prender Elizeu Ferreira de Souza, conhecido como Zeu, condenado pela morte do jornalista Tim Lopes, em 2002, no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro.

Ele foi condenado a 23 anos de prisão, mas conseguiu a progressão do regime após cumprir um sexto da pena, em 2007, e fugiu. Zeu, responsável por queimar o corpo de Tim Lopes, foi gravado enquanto vendia drogas em uma favela carioca. Vídeos exibidos pelo Fantástico, mostram ele armado - em alguns momentos, até com fuzil - comercializando maconha, cocaína e crack em um local ao lado de um canteiro de obras.

Tim Lopes foi capturado por traficantes da Vila Cruzeiro, em junho de 2002, quando produzia uma série de reportagens sobre tráfico de drogas e sexo em bailes funk da comunidade. O jornalista foi torturado e executado.