Corpo de recém-nascido é achado em lixeira de hospital

Portal Terra

RIO DE JANEIRO - Um recém-nascido foi encontrado morto dentro de uma lixeira no banheiro do Hospital de Emergência de Resende (RJ), no sábado. Segundo a Polícia Civil, a mãe do bebê, de 36 anos, deu entrada no local acompanhada da irmã e teria ido várias vezes ao banheiro dizendo estar com diarreia. A mulher disse à polícia não saber que a irmã estava grávida.

De acordo com o delegado Marcus Henrique de Oliveira Alves, titular da 89ª DP, a irmã e os médicos desconfiaram quando a paciente retornou do banheiro com marcas de sangue. Na lixeira, o feto foi encontrado envolto em um saco plástico. O corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML), onde será determinada a idade do bebê.

Alves informou ainda que a irmã da paciente disse, em depoimento, que a mulher já havia tentado esconder da família as gestações de dois filhos e que justificou o ganho de peso com um suposto tratamento para o coração. A mulher afirmou ainda que a irmã tinha problemas psicológicos e tomou remédio durante 10 anos.

De acordo com o delegado, a mulher estava, nesta segunda-feira, internada na Associação de Proteção à Maternidade e Infância (Apmir), e que seria intimada para prestar depoimento assim que recebesse alta. Alves disse ainda que ela pode responder por infanticídio.