Médicos residentes iniciam greve

JB Online

RIO - Médicos residentes de 76 hospitais do Estado entraram em greve na manhã desta terça-feira, dia 17 e farão um protesto hoje em frente aos hospitais com programas de residência médicas, entre eles, o Hospital Geral de Bonsucesso, Fundão e Servidores do Estado e na quinta-feira, dia 19, eles farão uma manifestação em frente à Câmara Municipal.

O grupo reivindica reajuste de 38% da bolsa do residente, cujo valor é atualmente R$ 6,60 a hora trabalhada. Além disso, a categoria ainda pede pagamento do 13º salário, licença maternidade por seis meses e auxílios moradia e alimentação.

De acordo com Daniel César de Araujo Santos, vice-presidente da Associação dos Médicos Residentes do Rio, 70% do atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS) é realizado por médicos residentes. O reajuste agora reinvidicado foi prometido na última greve, em 2006, pelo governo federal, mas não ocorreu.