PF estoura bingo clandestino em Copacabana

JB Online

RIO - A Polícia Federal estourou um bingo clandestino que funcionava em uma galeria comercial na Rua Barata Ribeiro, 181, em Copacabana, próximo à estação Arcoverde do Metrô. Duas pessoas foram presas: a irmã do dono do bingo, identificada como Júlia Irani, de 31 anos, e o gerente do local, Diego Borba. O chefão teria fugido por uma passagem secreta existente nos fundos do imóvel.

Outros 34 funcionários foram levados à delegacia, mas acabaram liberados. Cerca de 300 pessoas jogavam no momento da chegada da PF, a maioria idosos.

Os policiais apreenderam computadores, TVs de plasma, cartelas e dinheiro. Quando os agentes chegaram, cerca de 300 pessoas jogavam no local. A maioria era de idosos.