Rio: Jóquei atira na esposa e tenta se matar após discussão, no Jockey

Jornal do Brasil

RIO DE JANEIRO - O jóquei Rodrigo Dias dos Santos Lepre atirou em sua mulher, a treinadora Juliana Dias dos Santos Lepre, e depois disparou contra a própria cabeça, na madrugada de sexta-feira, na área de moradia do Jockey Club, no Jardim Botânico (Zona Sul).

Juliana não corre perigo, mas terá que realizar uma cirurgia para remover a bala, que ficou alojada em seu rosto. Ela está lúcida e internada no Hospital Cardiotrauma.

O jóquei foi internado no Hospital Miguel Couto e já teve a bala retirada do cérebro. No entanto, a Secretaria de Saúde informou que ele ainda corre risco de morrer.

As circunstâncias nas quais o crime aconteceu ainda não foram esclarecidas. Apesar de o incidente ter ocorrido dentro do Jockey Club, a instituição informou que não tem qualquer responsabilidade e deixou o desfecho do caso nas mãos das autoridades.

Cumpre informar que os jóqueis não têm qualquer vínculo empregatício com o Jockey Club, são profissionais autônomos que exercem suas atividades dentro do clube explicou assessoria de imprensa da instituição.