Decretada a prisão da mãe de criança agredida no Rio

JB Online

RIO - A Justiça decretou a prisão preventiva de Ana Paula Pereira, mãe da menina de 4 anos, agredida em São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos, no começo de junho. Foram 15 dias avaliando o inquérito para se chegar a uma conclusão.

A mulher estava grávida e teve o segundo filho nesta quarta-feira. Ana Paula será presa assim que tiver alta do hospital. A polícia aguarda no local para impedir uma tentativa de fuga. O padrasto da menina, Marcos Estevão Benevides, foi preso em flagrante pelo crime de tortura no dia 8 de junho. No decorrer do inquérito policial, ficou comprovado que ela também tinha participação nos fatos que vitimaram a menor. A Justiça ainda vai decidir sobre o futuro do recém-nascido.