Mirando as Olimpíadas de 2016, Rio terá um novo museu de arte

JB Online

RIO - A prefeitura do Rio de Janeiro lançou nesta terça-feira o projeto do Museu de Arte do Rio (MAR), que será instalado na Praça Mauá, zona portuária. A futura construção surge como ponto de partida de um eixo monumental da arte brasileira, já que a Avenida Rio Branco, que corta o centro da cidade a partir da Praça Mauá, é o endereço do Museu de Belas Artes e do Theatro Municipal. Nas proximidades ainda está o Museu de Arte Moderna (MAM).

O MAR ocupará o edifício D. João VI, que já está sendo reformado, e o prédio vizinho, onde funcionava o Hospital da Polícia Civil. As duas construções serão interligadas por passarelas de concreto e haverá, na parte superior, uma praça suspensa pela qual será iniciada a visitação, uma das características inovadoras do museu.

Haverá ainda, em um dos prédios, a Escola do Olhar, que tem como intenção reunir professores e alunos, fazendo com que estes adquiram experiência cultural e uma nova visão de mundo. A proposta da escola é que seja uma vertigem, causando impacto nos visitantes , diz o museólogo Carlos Martins. O novo museu abrangerá, além de artes plásticas, moda, fotografia, música e cinema. A cada noite do ano haverá uma projeção de luz diferente sobre a fachada do museu.

Segundo o prefeito Eduardo Paes, o Rio de Janeiro baseia seu crescimento e reestruturação na cidade de Barcelona, que foi reconstruída graças aos investimentos e projetos desenvolvidos para os Jogos Olímpicos de 1992 . O lançamento do projeto Surge o MAR contou com a presença do vice prefeito de Barcelona, Ramon García.