Paralisação no fornecimento de água afetará milhões de pessoas no Rio

JB Online

RIO - Os cariocas terão que economizar água nesse final de semana. A Companhia Estadual de Água e Esgotos (Cedae) informou que, a partir das 8h de terça-feira, vai interromper o abastecimento de água para fazer manutenção preventiva na Estação de Tratamento de Água (ETA) do Guandu. A previsão é que que a paralisação dure 24 horas. Com isso, o fornacimento de água ficará prejudicao em 85% da capital e em 70% dos municípios da Baixada, atingindo cerca de 7 milhões de consumidores.

Os moradores dessas áreas devem armazenar água em cisternas e caixas d'água com tampa, para evitar a proliferação do mosquito da dengue. Os hospitais serão atendidos por carros-pipa

A paralisação terá duração de 24 horas. Os consumidores devem armazenar água em cisternas e caixas d'água com tampa para evitar a proliferação do mosquito da dengue. A empresa montou um esquema especial para atender hospitais com carros-pipa, segundo informa o presidente da Cedae, Wagner Victer.

"É uma ação preventiva de rotina. É melhor parar o Guandu por 24h e detectar qualquer problema ou falha no sistema do que ficar passível de algum problema futuro que poderia paralisar o abastecimento de água no Rio durante um período maior".

A recomendação é de que se economize água suficiente para três dias, e até que o abastecimento seja reestabelecido, é importante que os consumidores evitem desperdício como lavar carros e regar jardins e quintais.