Ação ambiental retira 3 t de lixo das praias cariocas

Portal Terra

RIO DE JANEIRO - Cerca de 3 t de lixo foram recolhidos das praias da cidade do Rio de Janeiro durante uma ação promovida pela ONG Aqualung, em parceria com a prefeitura da cidade e setor privado, neste sábado. Ação contou o apoio de de 700 voluntários que caminharam pela areia nos bairros do Leblon, Ipanema, Botafogo, Recreio, Barra, Sepetiba, Saquarema, entre outros, recolhendo o lixo e conscientizando os banhistas.

De acordo com o coordenador do projeto Limpeza na Praia, Hildon Carrapito, o material mais encontrado nas praias foram as guimbas de cigarro. "No mundo inteiro os filtros de cigarro são o material mais despejado nas areias", disse. Segundo o ambientalista, o microlixo é o maior problema nas praias cariocas.

"As máquinas da prefeitura conseguem coletar os resíduos grandes, no entanto, as guimbas de cigarro, cacos de vidro, canudinhos, hastes de plástico ficam na areia. O banhista tem que se conscientizar para não jogar mais lixo na areia", disse.

Ele afirmou ainda que o lixo descartado no sistema de esgoto acaba voltando para a praia. "As pessoas não sabe disso, mas os cotonetes que são despejados nas descargas de casa voltam para a praia", afirmou.

A ONG realiza quatro iniciativas semelhantes por ano, e planeja o maior evento mundial realizado simultaneamente em 30 cidades do Brasil, no dia 18 de setembro, o Clean Up The World (limpando o mundo).

Neste sábado a praia considerada mais limpa foi a do Leblon.