Polícias do Rio pedem recall de 1.550 carabinas

JB Online

RIO - A Secretaria de Estado de Segurança do Rio de Janeiro comunicou nesta quinta-feira que pediu revisão para 1.550 carabinas calibre .30, compradas em 2008 para as polícias Civil e Militar do Estado. O primeiro lote de 200 armas foi entregue nesta semana à Taurus, fabricante do equipamento.

A previsão da Secretaria é que o processo de recall seja concluído até o final do ano. Segundo a entidade, a revisão de todo o lote foi pedida porque algumas armas apresentaram defeito após os treinamentos.

Os equipamentos recebidos em 2009, foram adquiridos em 2008 com verbas da Secretaria Nacional de Segurança Pública - que somaram cerca de R$ 6 milhões. A compra das carabinas faz parte de um programa de dar opções mais leves aos agentes que fazem patrulhamento nas ruas e operações nas quais os fusis são considerados grandes demais. A iniciativa inclui, também, a compra de armas não letais.