Oscar Niemeyer deixa o hospital e já fala em trabalho

Portal Terra

RIO DE JANEIRO - Por volta das 9h da manhã desta sexta-feira, o arquiteto Oscar Niemeyer, 102 anos, recebeu alta do médico Fernando Gjorup. Ele deixou o hospital Samaritano, localizado em Botafogo, zona Sul do Rio, cerca de duas horas depois. O paciente estava internado na unidade desde o dia 25 de maio para tratar uma infecção urinária. O arquiteto dispensou a saída pelo estacionamento. Fez questão de deixar o hospital pela entrada da frente e foi levado até o carro em uma cadeira de rodas. Mostrando estar bem disposto, ainda deu entrevista. "Minha estada aqui foi ótima, melhor impossível. Vou continuar o trabalho que a doença interrompeu com o mesmo entusiasmo. O trabalho sempre me interessa muito e dá prazer", disse. Segundo a esposa do arquiteto, Vera Niemeyer, ele já volta a trabalhar na segunda feira. "Ele não parou de falar em trabalho um segundo e disse que quer voltar logo ao escritório. A equipe médica do hospital tratou o meu marido muito bem e, como ele é forte, respondeu bem ao tratamento", disse. Os funcionários que acompanharam a internação do arquiteto, ficaram admirados com a humildade dele. "Ele vai deixar saudade. É uma estrela, mas não faz questão de mimos. Na hora das refeições sempre dizia que comeria o que pudesse comer, o que o hospital estivesse fornecendo para aos outros pacientes. É uma pessoa muito simples e elegante", afirmou uma funcionária que cuidou do arquiteto e preferiu não se identificar. Niemeyer foi internado no mesmo hospital no ano passado. Na época, o motivo foram dores abdominais. Ele acabou sendo submetido a duas cirurgias. Uma para retirada da vesícula e, a outra, de um tumor no cólon do intestino.