Advogado de procuradora diz que entrou com pedido de habeas corpus

JB Online

RIO - O advogado Jair Leite Pereira, que defende a procuradora aposentada Vera Lúcia Sant'Anna Gomes, suspeita de torturar uma menina de 2 anos que estava em processo de adoção, afirmou na tarde desta sexta-feira (7) que deu entrada no pedido de habeas corpus no Tribunal de Justiça. . A procuradora é considerada foragida há mais de 24 horas.

Segundo a polícia, Vera Lúcia também é acusada de racismo contra empregados domésticos.

Na quinta-feira, foram feitas várias operações na tentativa de localizar a procuradora, no Rio. Em Vitória (ES), agentes receberam uma denúncia anônima e também checaram informações, mas não encontraram Vera Lúcia. Segundo o advogado, ela só se apresentará depois que o habeas corpus for julgado.