JB 119 anos: a histórica manchete sobre o golpe que derrubou Allende

Jornal do Brasil

RIO - Na luta contra a censura, o Jornal do Brasil registra uma peça ímpar no jornalismo brasileiro. Trata-se de uma memorável primeira página, concebida pelo jornalista Alberto Dines, para informar os leitores sobre a morte de Salvador Allende, presidente do Chile. Allende, esquerdista declarado, abrigara vários exilados que fugiam da repressão militar no Brasil, e era muito mal visto pelos militares que governavam o Brasil. Sua morte, num ataque com bombas contra o Palácio de La Moneda, sede do governo chileno, foi acontecimento que causou comoção mundial, e que certamente teria grande destaque no noticiário do dia seguinte. Mas a ordem da censura foi peremptória: o fato não poderia ser manchete do JB.

Para romper a tentativa de bloqueio de informação relevante, sem abrir margem para represálias, e ao mesmo tempo apresentar aos leitores informados sobre um fato de relevância mundial, a solução encontrada até hoje é tema para estudo nas escolas de jornalismo do país: a primeira página do dia 12 de setembro de 1973 não tinha um único título. O atentado e a morte de Allende foram minuciosamente relatados num tamanho menor de letra.