Pichador do Cristo aguardará decisão da Justiça em liberdade

JB Online

RIO DE JANEIRO - Depois de quase três horas prestando depoimento na Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), o pintor de paredes Paulo Souza dos Santos, de 28 anos, que havia adimitido ter pichado a estátua do Cristo redentor, foi liberado e aguardará a decisão da justiça em liberade.

- Ele está sendo indiciado, o que não impede a Justiça de emitir a prisão a qualquer momento. Pelos delitos que colhemos até o momento, a pena seria a prestação de serviços comunitários. Mas agora cabe à Justiça , declarou a delegada Juliana Emerique, da DPMA.

Ao sair da delegacia, Paulo Souza disse que essa não foi a primeira vez que pichou algo na vida.

- Na minha adolescência, tinha rabiscado linha de trem, mas nada sério. Depois, segui a carreira militar e parei com isso. Eu só quis fazer um protesto, sei que estou errado e peço desculpas à população - declarou.