São Jorge: feriado tem esquema nunca antes feito na Zona Norte

JB Online

RIO - A subprefeitura da Zona Norte montou um planejamento, nunca antes feito, especialmente para o dia de São Jorge, comemorado na sexta-feira, 23 de abril. O objetivo é garantir que os mais de 150 mil fiéis que forem à Igreja Matriz de São Jorge, em Quintino, não enfrentem qualquer tipo de contratempo e cheguem tranquilamente a ela.

Com o apoio da Guarda Municipal, do 9º batalhão (Rocha Miranda) da Polícia Militar, da Comlurb, da CET-Rio, da Secretaria Especial da Ordem Pública (SEOP) e Controle Urbano, a rua Clarimundo de Melo, onde fica a igreja do santo padroeiro dos escoteiros e extra-oficialmente do Rio de Janeiro, ficará fechada ao tráfego das 18h de quinta-feira (22 de abril) até às 18h de sábado (24 de abril). Apenas 60 barracas autorizadas pela SEOP ficarão no entorno da igreja. Elas foram escolhidas há um mês através de sorteio. Outros ambulantes que tentarem ficar na rua Clarimundo de Melo serão retirados.

"O dia de São Jorge é de muita comemoração e agradecimento. Estamos fazendo de tudo para garantir que os fiéis cheguem e saiam tranquilamente da igreja mais frequentada da Zona Norte neste dia tão especial", disse o subprefeito da Zona Norte, André Santos.

As informações são da assessoria de imprensa