Dom Orani celebra primeiro ano

Jornal do Brasil

RIO DE JANEIRO - Para comemorar o primeiro ano à frente da igreja católica no Rio, dom Orani João Tempesta celebrou na manhã desta segunda-feira, na igreja Nossa Senhora da Paz, em Ipanema (Zona Sul), uma missa de ação de graças. Durante a cerimônia, ele não se esqueceu das vítimas das chuvas e agradeceu aos padres de todas as paróquias da cidade por terem aberto as portas das igrejas para os desabrigados e desalojados, atendendo ao seu pedido. Muitos fiéis participaram da missa.

Quando eu fui consultado para vir ao Rio de Janeiro, me assustei, pois seria uma responsabilidade muito grande. Mas a convivência com todos, apesar da dificuldade de estar em todos os lugares, é muito boa disse o arcebispo.

Em seguida, dom Orani, acompanhado pelos membros do clero presentes à celebração, participou de um almoço de confraternização, que contou com a presença do governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral.

Com sua maneira tranquila, serena, humilde e sua palavra de fé e coragem ao povo carioca, dom Orani já é parte do Rio disse Cabral.

O governador e o arcebispo ainda visitaram juntos o arcebispo emérito do Rio, dom Eugênio de Sales.

Nesta segunda também foi o dia de celebrar Santo Expedito. Localizada na rua Leopoldina Rego, na Penha (Zona Norte), a Igreja de Santo Expedito recebeu fiéis desde cedo. Em alguns momentos durante o dia, o movimento de devotos do santo das causas justas e urgentes era tanto que nem todos podiam entrar no santuário. Isso não afastava as pessoas, que esperaram do lado de fora a saída do santo para a procissão que teve início no fim da tarde.

Procissão

Às 17h, mais de 30 mil fiéis acompanharam a imagem de Santo Expedito, em procissão que durou cerca de uma hora e meia. Na volta à igreja, ainda foi celebrada uma missa em homenagem ao santo.