Rio permanece em estado de atenção, diz Defesa Civil

JB Online

RIO - A Defesa Civil do Município do Rio de Janeiro informa que a cidade continua em estado de atenção, com previsão de chuva moderada e pancadas isoladas até o fim do dia.

A Prefeitura reforça o pedido para quem mora em áreas de encostas deixar o local, pois o tempo instável e o solo encharcado podem causar novos deslizamentos.

O órgão disponibilizou 64 abrigos para as pessoas que precisaram deixar suas casas. Os abrigados nestes locais já estão recebendo assistência médica da Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil (SMSDC).

Técnicos da Vigilância Sanitária também orientam os abrigados em espaços da prefeitura a fazer a descontaminação de água e alimentos.

Até o momento, foram contabilizados 55 óbitos na cidade em decorrência de deslizamentos de barreiras e encostas e de desabamentos de imóveis. As vítimas são das seguintes localidades: Santa Tereza / Morro dos Prazeres (20), Taquara / Comunidade Santa Maria (6), Morro dos Macacos (5), Morro do Turano (5), Santa Tereza / Morro das Oliveiras (5), Morro do Borel / Tijuca (3), Cosme Velho / Ladeira dos Guararapes (3), Rocinha (2), Andaraí (1), Recreio (1), Humaitá (1), Cascatinha (1), Ilha do Governador (1) e Quinta da Boa Vista (1).

Das 17h da segunda-feira (5) até as 9h de hoje, a Defesa Civil recebeu 1.394 solicitações, sendo as principais: deslizamentos de barreiras, deslizamentos de barreiras atingindo imóveis e ameaça de desabamento de imóveis. O número de desabrigados chega a cinco mil.

Em caso de emergência, a população deve ligar para a Defesa Civil no telefone 199, que funciona 24 horas, priorizando os casos de deslizamentos e desabamentos.