Tragédia humana e ambiental no Morro de Bumba impressiona Cabral

JB Online

GISELA MAGALHÃES - O governador do Rio, Sergio Cabral, sobrevoou o Morro do Bumba, em Niterói, e ficou impressionado com as dimensões da tragédia. Por volta das 19h30 desta quarta-feira, um deslizamento de terra soterrou dezenas de casas e matou, até o momento, 10 pessoas. - É absolutamente inacreditável que as pessoas tenham passado por isso - lamentou Cabral.

Segundo ele, este é um momento de solidariedade, destacando a ajuda de empresários e comerciantes neste momento de dor. O governador enfatizou que, além da tragédia humana, há a tragédia ambiental.

Sérgio Cabral informou que os técnicos devem levar cerca de duas semanas, trabalhando dia e noite, para remover o entulho do Morro do Bumba.

Quanto à liberação de R$ 200 milhões, anunciada hoje pelo governo federal, Cabral disse que R$ 90 milhões serão destinados à cidade do Rio e R$ 110 milhões ao resto do estado, com prioridade para Niterói e São Gonçalo.