Moradores do Morro do Bumba criticam ausência do prefeito de Niterói

Portal Terra

RIO - Moradores do morro do Bumba, em Viçoso Jardim, Zona Norte de Niterói (RJ), reclamam da ausência do prefeito Jorge Roberto da Silveira (PDT) no local das buscas por vítimas do deslizamento que atingiu a região na noite de quarta-feira. Pelo menos sete pessoas morreram no acidente. A estimativa do Corpo de Bombeiros é de que 200 pessoas estejam desaparecidas.

Segundo os moradores, o prefeito deveria acompanhar os trabalhos de resgate no local. - Ele tinha que estar presente. Dentro da prefeitura ele não vai ter noção do problema - disse a cozinheira Angela Maria da Silva, 52 anos, moradora do morro.

A aposentada Marlene Pinheiro, 56 anos, criticou um suposto descaso de Silveira com a comunidade. - Desde que o prefeito foi eleito, ele não fez nada pela gente aqui no Viçoso Jardim - afirmou.

Já o patologista Marcílio Guimarães, 35 anos, comparou o drama vivido no morro a uma batalha para justificar a necessidade de o prefeito estar presente. - Ele tinha que prestar assistência. Na eleição, ele sempre vem nos abraçar. Agora, precisamos dele e ele nem aparece. A maior autoridade não pode ficar só dentro do gabinete. O comandante tem que estar no front da batalha, lutar por quem o elegeu - afirmou.

De acordo com a assessoria de Jorge Roberto da Silveira, o prefeito está empenhado nas tentativas de salvar vidas e se reúne constantemente com o secretariado para discutir as medidas necessárias. Segundo Fernanda Pizzoti, assessora pessoal de Silveira, é improvável que o prefeito visite a região nesta quinta-feira.