Subprefeitura derruba 29 construções irregulares em Jacarepaguá

JB Online

RIO - A Subprefeitura Barra e Jacarepaguá derrubou 29 construções irregulares, nesta sexta-feira, em Jacarepaguá. Numa ação conjunta com a XXXIV Região Administrativa da Cidade de Deus, 24 barracos foram retirados da beira do Rio Grande, na Cidade de Deus, que se encontravam em área de risco. As famílias foram retiradas previamente e receberam da Prefeitura 3 meses de aluguel social no valor de R$ 250 por mês. Além disso, todos foram inseridos nos programas sociais da Secretaria Municipal de Habitação e receberão o auxílio do aluguel social até a entrega das casas.

Outras cinco construções foram demolidas na Muzema, na Estrada Engenheiro Souza Filho 1.193, na beira da Lagoa da Tijuca. Além de ser área de conservação ambiental e estarem irregularmente em área não edificante, os barracos estavam prestes a cair. Quatro construções eram residenciais e em uma funcionava uma marcenaria. As famílias foram atendidas pela equipe da Secretaria de Assistência Social e também serão incluídas nos programas sociais da Secretaria Municipal de Habitação. O trabalho de remoção dos escombros vai continuar na próxima semana.

O subprefeito Tiago Mohamed acompanhou a operação da Cidade de Deus ao lado da administradora Regional Miria Ferreira. Além de construídos irregularmente na beira do rio, os barracos estavam em péssimo estado, colocando em risco a vida das famílias. Vamos manter a vigilância para que não ocorram novas ocupações indevidas , afirmou o subprefeito.

A operação na Cidade de Deus contou com o apoio Grupamento de Operações Especiais (GOE), Comlurb, Defesa Civil, e policiais da UPP da Cidade de Deus. Na Muzema participaram equipes da GM, Comlurb, Secretaria de Assistência Social, Conservação, um fiscal da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e policiais do 18º BPM.