Mesa-redonda no Rio de Janeiro discute igualdade racial

JB Online

RIO DE JANEIRO - A Subsecretária de Estado para Democracia e Assuntos Globais dos EUA, María Otero, participou na tarde de hoje de uma mesa-redonda no Consulado Americano, no Rio de Janeiro, que discutiu temas relativos à igualdade racial.

Com foco na inclusão racial e combate ao racismo, pilares do Plano de Ação Conjunta para a Igualdade Racial de Brasil e Estados Unidos, Otero ouviu alguns ativistas de destaque e especialistas na área, como Liv Sovik, Professora da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Eloi Ferreira de Araújo, Secretário Adjunto da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), Humberto Adami, Ouvidor da SEPPIR, Carlos Alberto Medeiros, Coordenador Municipal para Igualdade Racial da Prefeitura do Rio de Janeiro e Daise Rosas da Natividade, Coordenadora Regional do programa "College Horizons", da Embaixada dos EUA no Brasil.

Durante a mesa-redonda, as autoridades falaram sobre práticas de inclusão social, como cotas em universidades e concursos públicos, e lembraram de efemérides especiais para a população negra, como o centenário de morte do abolicionista Joaquim Nabuco e a realização da Copa do Mundo de 2010 na África do Sul. Discutiram também questões como discriminação no mercado de trabalho e raça e gênero, especialmente os obstáculos particulares enfrentados por mulheres negras.

Mais cedo, María Otero, a funcionária latino-americana com a mais alta posição no Governo Obama, foi homenageada com um almoço no salão nobre da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Em seguida, ela proferiu palestra para mais de 100 convidados, incluindo professores, estudantes e pesquisadores.

A relação EUA-Brasil durante o último ano do governo Obama reflete uma aliança saudável e produtiva entre os dois países.

Independentemente da questão ou do desafio do momento ... estamos trabalhando com base em metas compartilhadas e respeito mútuo , declarou Otero na ocasião. Ela acrescentou que expansão das oportunidades, proteção dos cidadãos e do meio ambiente e fortalecimento das democracias são três áreas para colaboração entre os dois países.

(Com informações da Assessoria de Imprensa)